RN EM FOCO

RIO GRANDE DO NORTE EM FOCO

RIO GRANDE DO NORTE EM FOCO
RIO GRANDE DO NORTE EM FOCO
Últimas Notícias
recent

Ministro de Dilma estuda formas para tributar setor da internet



Jornal do Brasil – O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse nesta terça-feira que o governo examina a possibilidade de tributar o setor de internet. “Cada vez que a economia vai para uma direção, temos que discutir uma maneira correta de tributar essa direção”, afirmou. Levy enfatizou que o “tamanho e distribuição da carga tributária são importantes para o dinamismo da economia”.

Outro ponto levantado por Levy foram as taxas internas de retorno das concessões, que, segundo ele, agradaram o mercado financeiro. “Taxas de retorno das concessões em logística foram extremamente bem recebidas pelo mercado”, ponderou.

Durante evento comemorativo dos 40 anos da Escola de Administração Fazendária (Esaf), Joaquim Levy disse também que o ajuste fiscal não é incompatível com o crescimento da economia e que as metas devem ser superadas nos próximos dois anos. O ministro disse que o Brasil passa por momentos de transformação, em que é preciso encontrar caminhos para evitar a crise. “A turbulência é passageira e acredito que a economia vai retomar o caminho de crescimento. É um processo que tem momentos mais difíceis mas que chegará a um termo.”

Levy ressaltou a importância de se entender a centralidade e a manutenção do ajuste fiscal e também de reconhecer que certas incertezas têm pesado na economia. “O processo de ajuste da economia está avançando dentro do padrão normal. Empresas têm se adaptado, algumas já encontram condições de voltar a crescer”.

“Vamos fazer todos os esforços, alinhando entendimento com o Congresso, para garantir uma previsibilidade fiscal que dê tranquilidade também em relação à dinâmica da dívida. Temos uma dívida relativamente grande e temos que estar atentos a sua trajetória. Para isso, temos que tomar decisões no campo fiscal, no campo do gasto, darmos sinalizações que sejam favoráveis à tranquilidade dos mercados”, disse.

O ministro reconhece o momento de incertezas da economia e ressalta que é importante ser realista e transparente quanto ao compromisso com o ajuste fiscal. “É preciso priorizar despesas e discutir o quanto que essas despesas nos levam a resultados. Temos que avaliar a eficácia, eficiência do gasto para podermos ver a trajetória fiscal. Uma trajetória que dê segurança aos agentes econômicos”.

Levy afirmou ainda que o Brasil vive um momento de oportunidades, um momento de tomar decisões para consolidar o progresso feito nos últimos dez anos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.