ESPÍRITO SANTO, RN

Últimas Notícias
recent

CGU capacita estudantes do RN para fiscalizar uso de dinheiro público



A Controladoria-Geral da União (CGU) promoveu uma capacitação de estudantes universitários do Rio Grande do Norte para que eles possam fiscalizar o uso de dinheiro público no Estado. A ação faz parte do programa 'Olho Vivo' e tem como objetivo criar um verdadeiro exército de fiscais dos gastos públicos.

O treinamento aconteceu em duas etapas e terminou nesta quarta-feira (16). Na primeira, os estudantes assistiram a uma palestra sobre os principais focos da fiscalização dos gastos públicos. “Neste treinamento a gente tenta passar para os estudantes todas as fases de uma fiscalização, e os principais pontos que precisam ser observados”, explicou Cristiane Pitta, auditora federal de finanças e controle da CGU/RN.

O foco específico deste treinamento foi o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) que transfere recursos federais para estados e municípios comprarem alimentos para a merenda escolar. Na segunda etapa, os estudantes foram colocar em prática os conceitos aprendidos na palestra. Eles visitaram a Escola Estadual Joaquim Torres para fiscalizar o uso do recurso para compra de merendas e observar detalhes como qualidade dos alimentos adquiridos, condições de armazenamento, etc.

“Com isso a gente espera conscientizar esses estudantes sobre a importância do controle social e mostrar que todo cidadão pode fazer a sua parte na fiscalização do uso do recurso público”, disse Cristiane.

Sobre o programa
A Controladoria-Geral da União (CGU) desenvolve o Programa Olho Vivo no Dinheiro Público para incentivar o controle social. O objetivo é fazer com que os cidadãos, nos diversos municípios brasileiros, atuem para a melhor aplicação dos recursos públicos.

Com a iniciativa, a CGU busca estimular e prover o cidadão de instrumentos para realizar o controle do uso dos recursos públicos. Procura-se dar condições para a participação de conselheiros municipais, lideranças locais, agentes públicos municipais, professores e alunos, entre outros.

A participação do cidadão na prevenção e no combate à corrupção busca envolver a sociedade numa mudança pela educação, pelo acesso à informação e pela mobilização social.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.