RN EM FOCO

RIO GRANDE DO NORTE EM FOCO

RIO GRANDE DO NORTE EM FOCO
RIO GRANDE DO NORTE EM FOCO
Últimas Notícias
recent

Natal em Natal será viabilizado com dinheiro que seria utilizado para a construção de bibliotecas públicas, denuncia vereador



Vereadores aprovaram nesta quinta-feira (24) um requerimento convocando a secretária municipal de Planejamento, Virgínia Ferreira, e o secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão, para prestarem esclarecimentos acerca de investimentos municipais no Natal em Natal. Em decreto assinado no último dia 3 pelo prefeito Carlos Eduardo (PDT) e pela secretária Virgínia, a Prefeitura remaneja para a festa recursos de áreas como construção de bibliotecas públicas, valorização do cordel, capacitação cultural, arte educação, produção de material gráfico literário e documentação do patrimônio histórico e cultural.

O requerimento foi de autoria do vereador Sandro Pimentel (PSOL), que criticou a medida do prefeito. “Ele disse que não iria gastar o dinheiro do município com o Natal em Natal devido à crise financeira. Disse que o dinheiro a ser gasto seria da iniciativa privada, agora tira dinheiro de áreas importantíssimas para gastar na festa. Mas nosso jurídico já está trabalhando num decreto legislativo que, se aprovado na Câmara, vai anular o ato do prefeito”, disse, informando que a audiência com os secretários está marcada para o dia 1º de dezembro.

Em plenário, a vereadora Eleika Bezerra (PSL), que destinou os recursos para construção de bibliotecas, também lamentou a decisão da prefeitura. “Não se quer que Natal seja uma cidade leitora. O interesse é de que a população seja ignorante e manipulável. Eram R$ 4 milhões de reais para construção de bibliotecas, uma em cada zona da cidade, mas agora terminaram de ‘raspar o taxo’”, disse.

No total, foram retirados R$ 272.860,63 da manutenção e funcionamento da FUNCARTE, R$ 51 mil da preservação e conservação de bens imóveis, R$ 270 mil previstos para documentação do patrimônio histórico e cultural da cidade, R$ 4,8 mil de arte educação, R$ 2 mil de capacitação cultural, R$ 1 milhão que seria investido na construção de bibliotecas públicas municipais, R$ 130 mil que seria destinado para valorização do cordel, e R$ 80 mil que seria para produção de material literário. Ao todo, foram transferidos 1.810.660,63 para o Natal em Natal.

O vereador líder do governo na Câmara Municipal, Júlio Protásio (PDT) disse que a prefeitura é transparente e vai aceitar a convocação dos vereadores. “Elogio o vereador Sandro Pimentel pela vigilância e pelo alerta. Como o governo é sério, traremos os secretários para explicarem e esclarecerem os custos com o Natal em Natal”, disse.

O decreto nº 11.121 foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 4 de novembro e pode ser acessado aqui.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.